Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > História do Programa
Início do conteúdo da página

História do Programa

 Histórico e contextualização do PPGBIOTEC

 

O programa tem consolidado seu caráter multidisciplinar e multi-institucional, contando com a dedicação de pesquisadores da "Rede da Amazônia Legal de Pesquisas Genômicas - REALGENE" e "Rede Proteômica do Estado do Amazonas - PROTEAM", que incluem laboratórios de vários estados da Amazônia Legal Brasileira. Os cursos de mestrado e doutorado tiveram as suas atividades iniciadas em períodos diferentes. O Doutorado com início em 2001 e o Mestrado Acadêmico iniciou em 2003, por uma ação conjunta da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), Fundação de Medicina Tropical (FMT-IMT-AM), Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (HEMOAM), Instituto de Tecnologia do Amazonas (UTAM-UEA), Embrapa Amazônia Ocidental (CPAA); Instituto de Pesquisas Ambientais do Amazonas (IPAAM); Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e o apoio da FAPEAM, CAPES, CNPq e Fundação UNI-SOL, sob a coordenação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Atualmente, algumas instituições, embora tenham tido papel fundamental na estruturação e consolidação do programa, não tem mais participação direta com as atividades do programa. Desta forma, as seguintes instituições contribuem diretamente na realização das diferentes atividades desenvolvidas pelo programa: Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), Fundação de Medicina Tropical (FMT-IMT-AM), Fundação Osvaldo Cruz (Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane FIOCRUZ/AM), Embrapa Amazônia Ocidental (CPAA); Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) e o apoio da FAPEAM, CAPES, CNPq e Fundação UNI-SOL, sob a coordenação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Desde a sua criação, o PPGBIOTEC sempre teve uma importante contribuição para a formação de recursos humanos altamente qualificados na região Norte, sendo este, ainda um importante aspecto positivo do programa.

Devido a sua abrangência, constata-se que um número crescente de discentes oriundos de outros Estados da Amazônia, assim como de outras regiões brasileiras buscam qualificação no PPGBIOTEC-AM. Em termos de financiamento de projetos de teses e dissertações, bem como para infraestrutura, o programa tem suporte financeiro principalmente da FAPEAM, SUFRAMA, CNPq e da CAPES. Diversos projetos têm sido aprovados no âmbito dos fundos setoriais, especialmente CT-Amazônia - CNPq/FAPEAM e CT/INFRA-FINEP. Há fortes sinais de que o programa tende a evoluir aumentando sua interação com o setor empresarial que vem se instalando na região.

O PPGBIOTEC é um programa que tem se consolidado na região, sendo referência para outros PPGs e de expressivo impacto para o desenvolvimento sustentável da Região Amazônica. De modo geral, o programa foi bem avaliado no quadriênio passado e teve seu conceito mantido em 4. Toda a comunidade do Programa de Biotecnologia tem plena consciência de sua elevada contribuição social na Amazônia. Várias medidas têm sido adotadas pelo programa visando uma melhor avaliação para este quadriênio, destacando-se o estímulo da interação com instituições nacionais e estrangeiras, tanto pela participação de discentes de doutorado em programas PDSE como também por aprovação de projetos em colaboração com outras instituições.

Destaca-se a participação do PPGBIOTEC como equipe associada em um edital de ampla colaboração, cuja proposta foi aprovada em 2018; o PROGRAMA NACIONAL DE COOPERAÇÃO ACADÊMICA NA AMAZÔNIA - PROCAD/Amazônia (EDITAL Nº 21/2018). Neste âmbito, tem-se a previsão de realização de estágio no exterior de quatro docentes (Professor Visitante no Exterior) e quatro discentes de doutorado (Doutorado Sanduíche no Exterior). Ainda por este projeto, estima-se uma maior colaboração com pesquisadores de programas de instituições nacionais com melhor nota de avaliação pela CAPES, o que será de grande relevância para o fortalecimento do PPGBIOTEC.

 Para download clique aqui.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página